XXII Curso de Capacitação em Certificação de Registros Eletrônicos de Saúde
(Curso Certificacao XXII)

 Visitantes podem entrar neste curso
 Este curso tem um código de inscrição

XX Curso de Introdução à Certificação de Registros Eletrônicos de Saúde pelo Processo SBIS/CFM v.4.2-2016

Campinas, 8-9 de abril 2017



Objetivo Geral

Detalhar o Processo de Certificação de Sistemas de Registro Eletrônico em Saúde SBIS/CFM e os seus requisitos e procedimentos de teste, conforme definido no Manual de Certificação de S-RES SBIS/CFM, em sua versão 4.2 (2016), e no Manual Operacional de Ensaios e Análises, em sua versão 2.1 respectivas.

Programação

Os seguintes tópicos são tratados durante as 18 aulas do curso (entre parênteses, o número de slides de conteúdo)

  1. Apresentação do curso (28) *
  2. Introdução aos Sistemas de Registros Eletrônicos de Saúde (43) *
  3. Introdução aos Sistemas de Gestão Eletrônica de Documentos em Saúde (36) *
  4. Introdução aos Padrões de Informação em Saúde (78) *
  5. Introdução à Certificação de Softwares em Saúde (32)
  6. Programas Internacionais de Certificação de Software em Saúde (37) *
  7. Introdução à Certificação IHE de Interoperabilidade (28) *
  8. Introdução à Certificação SBIS-CFM (60)
  9. Introdução à Segurança e Confidencialidades dos SRES (44)
  10. Análise dos Requisitos de Segurança NGS1 (98)
  11. Introdução aos Certificados Digitais (41)
  12. Uso dos Certificados Digitais na Saúde (43)
  13. Análise dos Requisitos de Segurança NGS2 (43)
  14. Análise dos Requisitos para Gestão Eletrônica de Documentos (49)
  15. Análise dos Requisitos de Estrutura e Conteúdo (53)
  16. Análise dos Requisitos de Funcionalidades (50)
  17. Como preparar-se para a auditoria da SBIS (14)
  18. Procedimentos para auditoria e certificação da SBIS (18)
  19. Como realizar a formação para consultor e auditor de certificação (22) *
  20. Outras certificações: IHE (21) *

* Aulas pré-gravadas em vídeo.
Total de slides de conteúdo: 816.

Descrição do Conteúdo

Os dois módulos iniciais fornecem uma base teórica para os sistemas de registro eletrônico de saúde (SRES) e gestão eletrônica de documentos (GED) em saúde, e os padrões mais utilizados no mesmo, e que são os fundamentos essenciais do processo de certificação, para quem tem conhecimentos insuficientes para aproveitar melhor o restante do curso.

O terceiro módulo dá uma introdução sobre os fundamentos da certificação de softwares de saúde e apresenta o processo de certificação de SRES realizado pela SBIS (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde) e CFM (Conselho Federal de Medicina) como um todo, abrangendo uma introdução geral sobre o processo, o escopo e as condições da certificação, a sua validade, utilização, metodologia, etc.,

No quarto módulo é dada uma introdução geral ao problema de segurança de informação nos SRES, e são apresentados e discutidos os requisitos exigidos para a certificação de um SRES quanto às normas de segurança básicas, através dos Níveis de Garantia de Segurança 1 (NGS1) definidos pela SBIS (login e senha seguras, controle de sessões, proteção de dados, auditoria de sistemas, cópias de segurança, etc.).

No quinto módulo são dadas e discutidas mais extensamente noções mais específicas sobre o certificado digital, seus fundamentos e suas tecnologias e seu uso na autenticação e assinatura de SRES, o CRM digital, o impacto sobre as instituições e sobre os desenvolvedores de software, etc., bem como uma análise dos requisitos NGS2 (Nível de Garantia de Segurança 2).

Nestes, e ao longo de cada módulo referente à análise de requisitos, serão sempre apresentados os requisitos da versão 4.2 (2016) dos manuais de certificação da SBIS, os quais são comparados com a versão 3.3, de modo a identificar o que há de novo.

No sexto módulo são apresentados os fundamentos dos Sistemas de Gestão Eletrônica de Documentos e seus usos na área de saúde, e quais são os requisitos da SBIS para sua certificação.

No sétimo módulo são discutidos os extensos requisitos de estrutura, conteúdo e funcionalidades dos SRES, voltados especialmente para os sistemas assistenciais básicos e ambulatoriais. São apresentados exemplos de estrutura e conteúdo ideais para os SRES, e como podem ser implementados.

No oitavo módulo do curso são apresentados todos os detalhes práticos que envolvem a auditoria e os procedimentos para a certificação, incluindo o passo a passo do processo (inscrição, preparação, auditoria e resultados), os instrumentos formais utilizados, as taxas envolvidas e o quadro de auditores, bem como quais são os requisitos e os passos necessários para a preparação de um SRES para a auditoria da SBIS.

Finalmente, no nono módulo, são apresentados os requisitos e etapas na formação e treinamento de consultores e auditores em certificação de softwares em saúde, de qualquer pessoa que queira se dedicar profissionalmente à auditoria pela SBIS ou consultoria de preparação de softwares de saúde, para fins de certificação. quais são e onde se encontram as informações necessárias, mercado de trabalho, etc., focando especialmente o programa EduCert.

Existe ainda um módulo opcional adicional, o décimo módulo, que expande o conhecimento sobre certificação através de duas aulas: uma sobre os programas de certificação internacional, e outra sobre o modelo IHE (Integrating the Healthcare Enterprise) de certificação de interoperabilidade.

Antecedentes

O programa já ministrou 14 cursos introdutórios e 2 cursos avançados anteriores sobre o tema (incluindo alguns em colaboração com outras entidades, como o Instituto HL7), tendo formado mais de 270 pessoas e mais de 70 empresas. O idealizador e professor do mesmo, Prof.Dr. Renato M.E. Sabbatini, desenvolveu uma metodologia para a consultoria de preparação para o processo de auditoria da SBIS/CFM para Sistemas de Registros Eletrônicos de Saúde, tendo sido até agora (maio de 2016) aprovados em primeira instância os softwares de 25 das 41 empresas que fizeram a consultoria para seus sistemas: WPD/Agfa, Intersystems do Brasil, Totvs Saúde, Wareline, UNIMED Americana, SISS On-Line, Katu Sistemas, Eco Sistemas, Alert, MV, SM SIstemas, Upy, IDS, Vivat, Projesi, Salux, Techsallus, Sollid e Medicina Direta (58% de todos os sistemas já certificados pela SBIS).

Temas de Nivelamento

De modo a liberar maior tempo para o curso presencial, e partindo do princípio que existe uma heterogeneidade dos participantes com relação a alguns conhecimentos básicos, é opcional para o participante assistir às seguintes aulas pré-gravadas, que estão no site. O aluno interessado deve fazer isso na semana que antecede o curso presencial.

Posteriormente ao curso, o aluno poderá assistir as seguintes aulas gravadas:

Público Alvo

O curso destina-se a todos os profissionais direta ou indiretamente envolvidos com projetos de registro eletrônico em saúde, prontuário eletrônico do paciente e troca de informações em saúde, como gestores e administradores de instituições de saúde, desenvolvedores de sistemas (gestores de TI, consultores, analistas de sistemas, analistas de negócios, programadores, etc) e profissionais clínicos interessados no tema.

Coordenador Científico e Instrutor

Renato SabbatiniProf. Dr. Renato M.E. Sabbatini, PhD, CPHIMS

Graduado e doutorado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP). Foi professor assistente do Departamento de Fisiologia da mesma faculdade por 15 anos, e, em seguida, professor adjunto de Informática Médica e Bioestatística da Faculdade de Ciências Médicas, e diretor do Núcleo de Informática Biomédica da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), por mais 20 anos. Membro fundador, em 1986, ex-presidente 1988-1990) e ex-Diretor de Educação e Capacitação Profissional da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (2008-2012), criador e curador do Programa de Profissionalização em Tecnologias de Informação e Comunicação em Saúde (proTICS) e do exame de certificação cpTICS, membro do Grupo de Interesse de Certificação de Software da SBIS e diretor do Programa de Mentoração de Novos Talentos. Membro fundador, Secretário Geral, Vice Presidente e coordenador do Grupo de Trabalho de Educação e Capacitação Profissional do Instituto HL7 Brasil. Fundador e Vice-presidente da Associação IHE Brasil: Integrating the Healthcare Enterprise. Fundador e diretor-presidente do Instituto Edumed para Educação em Medicina e Saúde, onde coordena o Centro Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação em Saúde, e diretor e consultor-chefe da Sabbatini Consultores Associados, Campinas, Brasil. Criador e coordenador do Programa EduCert de Formação e Capacitação em Certificação de Softwares em Saúde.

Home page profissional: http://renato.sabbatini.com
Email: renato@sabbatini.com

Carga Horária

Duração total de 24 horas, sendo 16 horas presenciais e 8 horas a distância

Metodologia de Ensino

Este curso é ministrado semi-presencialmente, em três fases: duas à distância e uma presencial.

Na segunda fase, que é presencial, com a duração de dois dias integrais (16 horas) são utilizadas aulas expositivas, acompanhadas de projeção de slides, demonstrações de softwares e sites, e realização de exercícios e resposta a questionários pelos alunos. Cada aula é seguida de um período de discussão e resolução de dúvidas entre os participantes.

Nas duas fases a distância (a primeira realizada por uma semana antes do curso presencial, e a segunda, por quatro semanas após o mesmo), os alunos devem acessar um site de apoio disponibilizado à distância (ver abaixo). A primeira fase tem por objetivo o estudo dos dois temas de nivelamento, e a segunda fase serve para a finalização dos trabalhos práticos e resposta aos questionários restantes. Nestas fases a distância os alunos podem interagir com o professor por meio de correio eletrônico e um fórum de discussão on-line existente no curso.

Site de Apoio ao Ensino e Aprendizado

Os alunos desta turma do curso contam com um site de apoio ao ensino e aprendizado em http://www.ead.edumed.org.br/course/view.php?id=221

O site ficará aberto por até 30 dias após o encerramento da fase presencial, e os alunos deverão efetuar algumas atividades durante esse período. O site dá acesso mediante login e senha individuais aos seguintes recursos e ferramentas:
Os alunos inscritos também terão gratuitamente acesso ilimitado à rede social do Programa EduCert de Formação e Capacitação de Consultores e Auditores em Certificação de Software em Saúde, no Facebook, no seguinte endereço:

http://www.facebook.com/groups/463662043666082/

Avaliação do Aprendizado e Presença

A norma do Instituto Edumed é conceder certificados apenas para os alunos que são aprovados no curso de acordo com critérios previamente divulgados.

No presente curso, a avaliação do aprendizado constará da seguintes atividades que o aluno deve entregar dentro dos prazos fixados:

Certificação

Os participantes receberão um certificado de participação no curso, pelo Instituto Edumed para Educação em Medicina e Saúde. Para obter aprovação, havendo interesse em o aluno prosseguir em sua formação como auditor/consultor na área de certificação de software (Programa EduCert), o mesmo deve ser aprovado com nota mínima 8 (oito) na avaliação do curso.
Realização:

Instituto Edumed

Um Programa:

Educert
Apoio:

Sabbatini Consultores





Visitantes podem entrar neste curso  Este curso tem um código de inscrição